Crianças em tratamento de câncer têm dia de bombeiro no Paraná

Crianças em tratamento de câncer têm dia de bombeiro no Paraná
Ação foi para comemorar o Dia das Crianças e o centenário da corporação. Crianças vestiram roupa de bombeiro e passearam por Cascavel.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Quadrilha suspeita de tráfico e roubo em estados é apresentada em MG

Investigação de oito meses foi iniciada pela Polícia Civil de Uberlândia.
Grupo cometia crimes em MG, GO e MS e vivia com alto padrão de vida.


Caroline AleixoDo G1 Triângulo Mineiro
Polícia Civil de Uberlândia apresenta quadrilha suspeita de tráfico e roubo em vários estados (Foto: Caroline Aleixo/G1)Doze pessoas foram presas em Uberlândia
(Foto: Caroline Aleixo/G1)
Após oito meses de investigação a Polícia Civil de Uberlândia conseguiu efetuar a prisão de 18 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em tráfico de drogas e roubo de veículos. Dessas, 12 foram apresentadas na manhã desta quinta-feira (11) durante coletiva de imprensa da 16ª Delegacia de Polícia Civil.
De acordo com o delegado-chefe do 9º Departamento de Polícia Civil, Samuel Barreto, os presos tinham relação com a apreensão de 300 quilos de drogas em uma residência do Bairro Dom Almir. “Como as investigações estavam em andamento não podíamos revelar naquela oportunidade o envolvimento da quadrilha”, disse. Além disso, a polícia também investiga uma possível relação com um caso de latrocínio na cidade em 2013.

A operação foi nomeada “Sem Fronteiras” porque, segundo as investigações, a quadrilha trazia grande quantidade de maconha do Paraguai e distribuía em cidades do Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás. O transporte da droga era feito pelos criminosos por meio de pick-ups e caminhonetes geralmente roubadas nesses estados.
O delegado responsável pela operação, Vitor Adriano Dantas, contou que o suspeito apontado como chefe da quadrilha é de Dourados (MS) e estava foragido do presídio de Uberlândia. “O vínculo dele com a cidade acredito que tenha sido por meio da esposa, que mora aqui e também foi presa. Além disso, a cidade era alvo dessa quadrilha por causa do mercado consumidor de drogas que é expressivo”, comentou.
Entre os presos na cidade do Triângulo Mineiro estão quatro mulheres que eram esposas e cunhadas dos principais membros da facção criminosa. O chefe, vulgo “Meio Quilo”, está preso no estado do Mato Grosso do Sul junto a outras quatro pessoas.
Também há um suspeito preso em Pirapora(MG) e outros quatros foragidos com mandados de prisão expedidos. A Polícia Civil de Uberlândia, em parceria com a polícia do Mato Grosso e o Ministério Público Estadual (MPE), identificou 22 envolvidos ligados à quadrilha e dá seguimento às investigações para localizar outros integrantes.
Polícia Civil de Uberlândia apresenta quadrilha suspeita de tráfico e roubo em vários estados (Foto: Caroline Aleixo/G1)Motocileta avaliada em cerca de R$ 60 mil foi 
apreendida (Foto: Caroline Aleixo/G1)
Apreensões
Durante o cumprimento dos mandados de prisão e busca e apreensão foram apreendidos veículos, sendo uma motocicleta avaliada em R$ 60 mil em Uberlândia, grande quantidade de maconha, duas armas de fogo, documentos e extratos bancários que mostram valores elevados nas movimentações entre a quadrilha. A polícia afirmou que muitos dos suspeitos viviam com alto padrão de vida e que o homem que cheviava o grupo teria comprado, recentemente, uma casa no valor aproximado de R$ 350 mil à vista.
Os 12 detidos apresentados estão presos do Presídio Professor Jacy de Assis e o restante pode ser recambiado para a cidade de origem, além de já responderem por outros crimes no MS.
Apreensão de 300 quilos de maconha
No último dia 6 de agosto, a Polícia Civil realizou outra operação quando foram apreendidos quase 300 quilos de maconha em uma residência do Bairro Dom Almir. Durante as diligências, duas pessoas foram presas, de 22 e 23 anos, e um suspeito de 29 anos foi morto ao trocar tiros com os policiais.
De acordo com o delegado-chefe do 9º Departamento de Polícia Civil, Samuel Barreto, o crime foi cometido por integrantes da quadrilha e a droga apreendida foi enviada do Mato Grosso do Sul pelo chefe da facção. “Como as investigações estavam em andamento não podíamos revelar naquela oportunidade o envolvimento da quadrilha”, disse.
Caso de latrocínio de policial civil também será investigado
Outro crime que está sendo investigado e que pode ter alguma relação com a quadrilha, segundo aponta o Ministério Público Estadual (MPE), é o caso de um latrocínio ocorrido no ano passado, envolvendo um investigador da Polícia Civil de Uberlândia.
Não temos elementos que comprovem que o crime contou com o envolvimento do líder dessa quadrilha, contudo, os autores trabalhavam para ele".
Daniel Martinez, promotor de Justiça
O crime foi registrado em um bar do Bairro Tibery e a vítima, de 55 anos, foi baleada no peito ao tentar reagir ao assalto. Segundo informações da polícia, a vítima estava no bar de um amigo quando os suspeitos chegaram e pediram um refrigerante e anunciaram o assalto em seguida. Para evitar o roubo, o policial tentou sacar a arma, mas foi atingido no tórax. Ele ainda tentou disparar um tiro contra um dos suspeitos, correu atrás dos mesmos, mas caiu adiante devido ao ferimento. O homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu.
O promotor de Justiça Daniel Marotta Martinez disse que ainda não é possível comprovar o envolvimento direto da quadrilha com o crime, mas que o caso também está sendo investigado. “Ainda não temos elementos que comprovem que o crime contou com o envolvimento do líder dessa quadrilha, contudo, os autores trabalhavam para ele”, afirmou.

Mais de mil pedras de crack são apreendidas e mulher é presa em MG

Ela foi autuada por tráfico de drogas e inquérito foi instaurado.
Material seria comercializado em evento em Lagoa Grande.


G1 Triângulo Mineiro
Polícia estima que droga apreendida renderia até R$ 10 mil (Foto: Hamilton Amorim/Arquivo Pessoal)Polícia estima que droga apreendida renderia até R$ 10 mil (Foto: Hamilton Amorim/Arquivo Pessoal)

Mais de mil pedras de crack foram apreendidas nesta quinta-feira (11) durante operação conjunta das polícias Militar e Civil em Lagoa Grande, no noroeste de Minas. Além da droga foram recolhidos seis celulares e R$ 880 em dinheiro. Uma mulher de 45 anos foi detida.
Segundo a polícia, a operação serviu para coibir o tráfico de drogas durante a Festa do Leite. A droga estava com a mulher e foi localizada durante um mandado de busca e apreensão na casa dela, no Bairro Céu Azul.

A suspeita não tem passagens pelo sistema criminal e disse aos militares que adquiriu a droga por R$ 2 mil e que pretendia negociá-la durante a festa na cidade. Ela disse ainda que está no ramo a aproximadamente dois meses. Ela foi autuada por tráfico de drogas, um inquérito foi instaurado e tem 30 dias para ser concluído. Segundo a polícia, a droga apreendida poderia render até R$ 10 mil.

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Policial civil é baleado durante troca de tiros na Grande BH

Ele foi socorrido e levado de helicóptero para pronto-socorro.
Suspeito também ficou ferido durante tiroteio, de acordo com a polícia.


Do G1 MG
Segundo delegado, polícia foi recebida a tiros durante ação para prender suspeito (Foto: Raquel Freitas/G1)Segundo delegado, polícia foi recebida a tiros
durante ação para prender suspeito
(Foto: Raquel Freitas/G1)
Um policial civil de 47 anos foi baleado, durante uma troca de tiros nesta segunda-feira (1º), na divisa entre Belo Horizonte e Contagem, na Região Metropolitana. De acordo com a Polícia Civil, uma operação para cumprimento de mandado de prisão era realizada no bairro Urca, na Região da Pampulha, na capital. Um suspeito de 19 anos também ficou ferido durante o tiroteio.

Segundo o chefe do Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), o delegado Wagner Pinto, a ação era para prender o jovem baleado, que é suspeito de cometer um homicídio em 2013. Um comparsa dele também foi detido após o tiroteio. Uma mulher fugiu, mas já foi identificada.

Na casa onde estavam os suspeitos, a polícia apreendeu um tablete de crack e um revólver, porém não foi confirmado se o tiro que atingiu o policial foi disparado com esta arma. Ainda de acordo com o delegado, a dupla presa vai ser autuada por tentativa de homicídio e tráfico de drogas. Wagner Pinto, porém, não informou quem atirou contra o agente.
Segundo o Corpo de Bombeiros, o policial foi inicialmente socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Ressaca, em Contagem. Em seguida, ele foi transferido, de helicóptero, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. Conforme a unidade de saúde, ele foi atingido no rosto, e o estado não é grave.

O suspeito também foi levado para a Upa Ressaca. Segundo a secretaria, ele foi baleado no pescoço e no braço antebraço, e, às 14h45, aguardava transferência para o Hospital Municipal de Contagem.
Investigadora morta
Uma investigadora da Polícia Civil de Minas Gerais foi morta a tiros em um assalto na manhã desta segunda-feira (1º), na Região Oeste de Belo Horizonte. Ela chegou a ser socorrida, mas não resitiu aos ferimentos e morreu.

domingo, 31 de agosto de 2014

Casal que liderava o tráfico em Matozinhos há mais de 20 anos é preso

Além dos suspeitos, outras pessoas que participam da quadrilha foram detidas durante a operação João de Barro


O Tempo

Droga e dinheiro apreendidos durante a operação


Casal foi localizado na cidade de Ponta Porã

CAROLINA CAETANO
Um casal suspeito de liderar o tráfico em Matozinhos, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi preso em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. A mulher de 35 anos e o homem de 31 desembarcaram na capital mineira na tarde deste domingo (1º).
Lílian Lopes de Oliveira e  Diogo Silva Ribeiro foram capturados durante a operação João de Barro, que foi desencadeada no dia 28 de maio. Além do casal, outros dez suspeitos foram presos em Matozinhos e em Ribeirão das Neves, também na Grande BH.
"Os trabalhos investigativos, com os usuários de droga, nos levaram a alguns dos presos em Matozinhos e no mesmo dia descobrimos que o casal que comandava o tráfico estava em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul. Mais pessoas ainda devem ser presas", disse o delegado Luiz Bezerra de Lima.
O casal agia na região há mais de 20 anos e, além do tráfico, é suspeito nos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção de menores, comércio ilegal de armas de fogos, homicídios, extorsão e constrangimento ilegal. Outras cinco pessoas que também participava da quadrilha ainda não foram presas.

Após desembarcarem no  Hangar da Polícia Civil, na Pampulha, Lílian e Ribeiro foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) e passaram por  exames de corpo de delito. Em seguida, a dupla foi encaminhada ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional  (Ceresp) Centro-Sul. 

Polícia Civil apreende maconha e cocaína após operação em Ubá, MG

Combate ao tráfico foi feito após investigação da Delegacia Antidrogas.
Material era escondido em terrenos vagos; ninguém foi detido.


D G1 Zona da Mata
drogas uba (Foto: PM/Divulgação)Maconha e cocaína foram apreendidas
(Foto: PM/Divulgação)
Mais de três quilos de maconha foram apreendidas nesta sexta-feira (29) em Ubá, pela equipe da Delegacia Especializada de Investigação Antidrogas e Homicídios. A operação de combate ao tráfico aconteceu no Bairro Corte Grande após mais de um mês de investigação.
Segundo o delegado Rafael Gomes de Oliveira, policiais civis apuraram que adolescentes escondiam drogas enterradas em terrenos do bairro. Quando o usuário fazia o pagamento, os suspeitos entravam na mata e buscavam o material. Após as buscas, foram apreendidos cerca de três quilos de maconha, 100 gramas de cocaína, três balanças de precisão e quatro facas.
Ainda segundo a polícia, foram seis horas de buscas e os suspeitos ainda não foram detidos. “As investigações prosseguem para identificação e prisão do proprietário das drogas", informou o delegado.

Bombeiros de Uberaba treinam novos animais para resgates

Cães passam por diversos treinamentos.
Único canil de busca e salvamentos de MG atende cidades vizinhas.


Do G1 Triângulo Mineiro

O Batalhão do Corpo de Bombeiros de Uberaba, o único de Minas Gerais que possui um canil especializado em busca e salvamentos, está treinando novos animais que atuarão em resgate de vítimas na região.
Canil dos Bombeiros de Uberaba treina novos animais para resgate (Foto: Reprodução/TV Integração)Angel tem 11 meses e é a nova integrante do grupo (Foto: Reprodução/TV Integração)
Angel, de 11 meses, já é a mais nova promessa do time de salvamento do canil do Corpo de Bombeiros. Além dela, os filhotes Theo e Kitana estão sendo treinados para integrar o grupo. "São raças que têm o faro mais desenvolvido. Eles também têm um pouco mais de energia e facilidade de encontrar cheiros. Eles são treinados para achar odor de vítimas desaparecidas e até odor de cadáveres", explicou o tentente Graziani Cápoli.
O treino para habilidade de busca parece uma brincadeira. Até o faro dos cães é treinado. Para isso, a ração é espalhada no chão, como numa trilha, para que ele busque o alimento pelo cheiro. "Colocamos na cabeça do cachorro que o objetivo dele é buscar o brinquedo, ou seja, achando a vítima é como se ele estivesse 'brincando'. Para o cão é uma brincadeira, mas para nós é um serviço", afirmou o soldado Domingues.
cadela akira bombeiros uberaba busca cadáveres (Foto: Reprodução/ TV Integração)Akira (labradora) era especialista na busca
de cadáveres (Foto: Reprodução/ TV Integração)
Por ter o único canil nesta especialização em MInas Gerais, os bombeiros de Uberaba já foiram convocados para ocorrências em outras cidades, inclusive fora do Triângulo Mineiro. O número de atendimentos feitos pela equipe cresceu 80% no ano passado em comparação com 2012. Só este ano, foram mais de 10 chamados. "Já tivemos ocorrências em Montes Claros, Juiz de Fora, Araxá, Frutal. Estamos solidificando o serviço para atender as demandas", apresentou o tenente.
Em fevereiro, o canil perdeu a cadela Akira, que fazia parte do grupo há cinco anos. Atualmente, são os irmãos Lord e Luck que auxiliam os trabalhos de busca e salvamento. Mas Luck já está com seis anos e perto de se aposentar. "Por volta dos 7 anos, o animal vai ficando velho e, aos poucos, vamos desligando ele do serviço operacional, que exigem esforços, e só o mantendo com as brincadeiras", finalizou o tenente Graziani. 

Caminhão quebra e PF apreende mais de 300 kg de droga após denúncia

Motorista de 55 anos foi preso em Uberaba.
Maconha e pasta base de cocaína estavam em fundo falso de caminhão.


Do G1 Triângulo Mineiro
apreensão maconha caminhão Uberaba MG (Foto: Reprodução/TV Integração)Justiça deve determinar incineração da droga
(Foto: Reprodução/TV Integração)
A Polícia Federal (PF) em Uberaba apreendeu na sexta-feira (30), 343 kg de maconha e 10 kg de pasta base de cocaína no fundo falso de um caminhão. A  informação foi confirmada pela delegada chefe Karen Cristina Dunder. O motorista de 55 anos foi preso.
O caminhão, com placa de Porto Alegre, foi encontrado pelos policiais em uma oficina mecânica no Bairro Planalto, saída para Campo Florido, após uma denúncia anônima. A suspeita é de que a carga seguia de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, para Belo Horizonte. Segundo a Polícia Federal, o veículo quebrou durante o percurso e teve que parar na oficina.
De acordo com a delegada chefe da PF em Uberaba, foi feito um teste preliminar para comprovação das drogas. A polícia agora aguarda a decisão do juiz para autorizar a incineração.
Aprrensão de droga em Uberaba (Foto: Reprodução/ TV Integração)Droga estava no fundo falso do caminhão (Foto: Reprodução/ TV Integração)

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Homem é preso em flagrante com lenha nativa ilegal em Uberlândia

Foram apreendidos 10 metros cúbicos de madeira


Do R7 Triângulo
A madeira seria transportada para o Bairro Morada Nova
Foto: Polícia Militar do Meio Ambiente
Homem, de 41 anos, foi preso em flagrante por transportar 10 metros cúbicos de lenha nativa de forma ilegal. O crime ocorreu na tarde desta quinta-feira (28) na LMG-503, entre o Bairro Morada Nova e a BR-497, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.
Segundo a Polícia Militar Ambiental, o suspeito foi abordado pela polícia quando ele carregava o caminhão. A lenha seria entregue no Bairro Morada Nova.
O crime contraria o artigo 46 da lei 9605/98, referentes a crimes ambientais. A polícia aplicou uma multa administrativa ao infrator, que não teve o nome divulgado, no valor de R$ 2600 e  posteriormente o encaminhou para delegacia.

Acusado de corrupção de menores é preso com drogas

Jornal de Uberaba
Suspeito de corrupção e adolescentes foram detidos na tarde de ontem 
 Juliano Carlos
Um jovem acusado de corrupção de menores e envolvimento com entorpecentes foi preso pela Guarda Municipal em Uberaba, além de mais três adolescentes que foram apreendidos. De acordo com o guarda municipal Marco Túlio Gianvecchio, uma viatura da Guarda Municipal (GM) realizava patrulhamentos pela avenida Orlando Rodrigues da Cunha e, ao passarem próximo à praça São Jorge, os guardas viram quatro suspeitos fazendo transações e uso de entorpecentes.
Os suspeitos foram abordados e identificados como um jovem de 24 anos e três adolescentes de 16 anos. Nesse momento, os guardas realizaram buscas e foi constatado que os adolescentes estavam fazendo uso de maconha. Eles ainda encontraram um tablete da mesma substância com o acusado e várias sedas para embalar as drogas.
Segundo Gianvecchio, o jovem repassava e consumia as drogas com os adolescentes e, posteriormente, cobrava pelo fornecimento dos entorpecentes. Todos foram detidos e levados para a Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do bairro Abadia, onde os guardas confeccionaram o Registro de Evento de Defesa Social (Reds). Posteriormente, eles foram levados para a delegacia e apresentados ao delegado de plantão.

Polícia Civil de Juiz de Fora estoura local de fabricação de caça-níqueis

Suspeita é de que o local distribuía máquinas para outros pontos da cidade.
Sete máquinas e componentes para fabricação foram apreendidos.


Do G1 Zona da Mata
Apreensão de máquinas caça-níqueis em Juiz de Fora (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Local funcionava para fabricação de máquinas
caça-níqueis (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Uma casa onde eram fabricadas máquinas caça-níqueis em Juiz de Fora foi estourada pela Polícia Civil de Juiz de Fora. Segundo a delegada da 7ª Delegacia Distrital, Ione Maria Moreira Barbosa, a suspeita é a de que o local no Bairro Costa Carvalho distribuía máquinas para outros pontos da cidade.
Um suspeito foi detido, assinou termo circunstancial de ocorrência e foi liberado. Sete máquinas foram apreendidas, além de componentes para fabricação dos equipamentos.
A delegada explicou que a ação, realizada na tarde desta terça-feira (26), fez parte da Operação "Sorte Grande". "O trabalho foi diferenciado pois fomos com o objetivo maior de averiguar uma denúncia e estourar o local que funcionava para fabricação das máquinas caça-níqueis", afirmou.
Ela contou que a equipe policial tentou entrar no local, mas foi impedida pelo suspeito. Em seguida, com um mandado de busca e apreensão, a polícia conseguiu entrar na residência e apreendeu o material.
Ainda segundo a delegada, a Polícia Civil tem chamado os locadores de imóveis onde são encontradas máquinas caça-níqueis para serem ouvidos. "Eles alugam para pessoas fictícias e podem nem saber o que ocorre no local", concluiu.