Crianças em tratamento de câncer têm dia de bombeiro no Paraná

Crianças em tratamento de câncer têm dia de bombeiro no Paraná
Ação foi para comemorar o Dia das Crianças e o centenário da corporação. Crianças vestiram roupa de bombeiro e passearam por Cascavel.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Concurso da Polícia Civil do Pará é anulado por fraude

Peritos constataram que envelopes com provas foram violados.
Quadrilha foi presa por fraudar o certame. Nova prova acontecer este ano.

Do G1 PA

O concurso para delegado, escrivão e investigador da Polícia Civil do Pará realizado no último domingo (16) emBelém e no interior do estado foi anulado nesta sexta-feira (21). De acordo com a Secretaria de Estado de Administração (Sead) alguns envelopes com provas foram violados e os gabaritos podem ter sido acessados por uma quadrilha presa um dia após o certame.
"Se verificou que a empresa responsável não conseguiu cumprir com as condições logísticas necessárias para o certame e houve violação de alguns envelopes com provas, o que foi atestado pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves", declarou Alice Viana, secretária da Sead.
Os envelopes violados teriam sido entregues em locais diferentes e imagens registradas pelos candidatos minutos após o início das provas também mostram envelopes abertos antes da hora. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA) já havia solicitado a anulação do concurso.
Na segunda-feira (17) a Polícia Civil já havia anunciado a prisão de sete pessoas envolvidas em um esquema de fraude nesse concurso. Segundo os agentes, usando documentos falsos terceiros eram contratados para fazer a prova no lugar dos candidatos inscritos e eles receberiam o gabarito do certame por meio de mensagens de celular.
Sete pessoas foram presas em flagrante, neste domingo (16), por tentativa de fraude ao concurso da Polícia Civil do Pará (Foto: Reprodução/TV Liberal)Sete pessoas foram presas em flagrante, no último
domingo (16), por tentativa de fraude ao concurso
da Polícia Civil do Pará (Foto: Reprodução/TV
Liberal)
Ainda segundo a Sead uma nova prova deve ser aplicada ainda em 2012 e os candidatos inscritos poderão decidir se continuam a participar do concurso ou se pedem o dinheiro das inscrições de volta. Como o novo certame deve oferecer mais vagas, serão abertas inscrições para novos participantes.
"O maior prejuízo, na verdade, foi em relação ao provimento de novos policiais civis para renovar o quadro de agentes no Pará, que o estado tanto precisa. Mas estamos trabalhando para que os novos concursados cheguem o mais breve possível", assegurou Alice Viana.
Para ler mais notícias do Pará clique em g1.globo.com/pa. Siga também o G1 Pará noTwitter e por RSS

Nenhum comentário:

Postar um comentário